segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Esquecimento

Pensamento: SP. 11/09/02






É bem mais fácil
Nós nos esquecermos
De quem nos faz o bem
Do que aquele que
Nos faz o mal.

Eternidade

Pensamento: Sp. 12/09/02






Tu és a continuação constante da vida
Lave-se das chagas que vieram a tona
E se lance na eternidade
Um pouco menos cicatrizado.

Coisas de Deus

Pensamento: SP. 10/09/02





As coisas de Deus
Possui tanta sabedoria
Que nossas vãs filosofias
Não compreendem
As suas benfeitorias.

Influências

Pensamento: SP. 04/09/02


Não mais atenderei
Aos apelos do mal
A essas influências
Que só me prejudicam
Prefiro a opção pelo amor.

Alguém só pra mim

Poesia : SP. 03/09/02
Eu lírico feminino



Não passo de uma criança inocente
De uma garota carente
Com seu olhar solitário
Só quero alguém que me ame de fato
Vou te colocar no retrato
Da cabeceira do quarto
E namorar o seu rosto.
Sua imagem me deixa tranquila
Espero que me tire da fila
Daqueles que são mal amados
Quero um homem
Que seja só meu
De tarde de noite e de dia
Para gente juntar nossos sonhos
Não sei por que voce não me assume
Não é que não sinta síume
Está me matando por dentro.

Não sei se o seu amor é sincero
Até onde chegou foi tão belo
Quero um espaço pra mim
Se vai me dividir com seus filhos
Quero fugir do martírio
De te amar a distância.
Mas o que sente por mim
Se não for tão forte assim
Vou seguir meu caminho
O amor é num todo é inteiro
Não deve haver meio termo
se decide de vez
Olha o tempo não para
A doença só sara
Se eu amar outra vez.

Relato

Letra: Sp. 27/08/02





Não fique triste minha flor
Não se sofre por ninguém
A não ser que seja amor
Um sentimento cuja cor
É de uma luz resplandescente
E se distante estiver
Desse alguém que tanto a ama
Surge um vazio evidente
E a piscina dos teus olhos
Que desagua sobre a margem
Desse homem que te ama.

Não chore meu bem
Não sofra assim
São coisas do amor
É o triste é o feliz
É o riso é o choro
É o inicio do fim
É o velho é o novo
Esta bem claro pra mim
Que o certo na vida

É amar e amar, amar e amar
Amar e amar, amar e amar.

Estação Verão

Letra: SP. 14/08/02




Que saudade do mar
Que saudade da areia
Que saudade do sol
Que na pele esncendeia

Da um tom de mulato
Fica bem sensual
Não é nada forçado
Tudo é bem natural
É da cor do pecado
Só faz bem não faz mal

Que saudade do mar
Que saudade da areia
Que saudade do sol
Que na pele esncendeia

A estação do amor
Da paixão do desejo
É tempo de calor
Vem pular, vem dançar
E vem se banhar
Nesse sal de queimar.

Que saudade do mar
Que saudade da areia
Que saudade do sol
Que na pele esncendeia

As mulheres mais belas
Também estão por lá
E se tornam mais lindas
Por na praia estar
Um biquíni um shortinho
E as marquinhas do sol
Me deixam doidinho
Isso não se faz.

Que saudade do mar
Que saudade da areia
Que saudade do sol
Que na pele esncendeia

E de voltas e voltas
Que a mundo nos da
Vão passando-se os dias
E um calor de matar
E é nessa rotina
Que eu vou me acabar
Com cerveja gelada
Mulher e blá...blá...blá...

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Deus de amor

Letra: Sp. 25/06/02





Deus dos deuses obrigado pela mão
Obrigado por deixar-me recorrer ao seu amor
A sua luz é tão divina
E o teu olhar compreendedor.
Sempre espera a minha vinda
Num momento de amor
Muitas vezez essa vinda
Vem vem regrada pela dor.

Deus de amor uo uo uo uo
Deus de amor uo uo uo uo
Deus de amor uo uo uo uo
Deus de amor uo uo uo uo

No caminho da vida
Vou buscando o que sou
Sem resposta sem guarida
Me deparo com a ilusão
Só você na minha vida
Pra me dar a solução.

Deus de amor ...
Deus de amor ...
Deus de amor ...
Deus de amor ...

E na certeza de encontrar
minha verdade escondida
E com as pistas que deixou
Mizericordiamente em minha vida.

Peguei em tua mão uo uo uo uo
Peguei em tua mão...
Te peço perdão uo uo uo uo
Te peço perdão...

Deus de amor uo uo uo uo...

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Amor platonico

Letra: Sp. 05/06/02



Eu aqui parado
Vendo tudo calado
Esse amor cruel
Não autorizado
É uma paixão sem véu
Sem anéis.
Para celebrar tao relação
Ele fala ela responde
Ele quer ela não esconde
Ele sai ela acompanha num olhar...

Mas mamãe não quer deixar paquerar
Mas mamãe não quer deixar namorar
Mas mamãe não quer deixar se casar.

Mas é um amor tão bonito
Quem ta fora quer entrar
Quem ta dentro quer ficar,
Mas apesar do alcance
A distância é tão grande
E os olhares vão cruzando
A rua se encontrando
Muita gente ta torcendo pra acabar
Outras tantas estão rezando pra vingar

Mas mamãe não quer deixar paquerar
Mas mamãe não quer deixar namorar
Mas mamãe não quer deixar se casar.

Um amor regrado
Ao choro da menina
Um amor regrado
Aos sonhos do menino
Que não desistira desse alguém
Mas se o homem parar de sonhar
Pode apagar o arco-íris
Como já falou Mário lago em vida,
Não é obra morta e antiga,
E o amor não é eterno
Mas infinito enquanto dure
Suspirou Vinícios.

Nunca é tarde

Pensamento:SP. 08/08/02




Nunca é tarde demais
Para se correr atrás  
De algo que te faça
Sentir-se um tanto
A mais feliz.

Bem me quer

Letra: SP. 25/08/01




Assim que a noite cai
Aquebrantando toda luz
Eu me sinto tão sozinho
É um momento tão fugaz
O meu mundo gira em torno
De você meu bem querer
Não há nada nesse mundo
Que me de tanto prazer.

você me conhece por inteiro
você tem esse amor tão verdadeiro
você é capaz de alegrar meu coração
O meu destino a minha vida
Entrego a você minha paixão.

Baú das lembranças

Poesia: SP. 12/05/02



Tu és a condessa do castelo dos meus sonhos
É crença que no qual acredito
Quanto mais o tempo avança
Mais penetra a lança no meu peito.
Mas a pressa não contribui
Para o que é eterno.
Sei que o sentimento não cança
descansa na praça dos meus sonhos.
Não sei que coisa é essa
Só espero que vença,
E preencha os espaços de esperança.
és aquilo que agrada aos olhos
Na tua retina reflete o meu rosto
No baú das lembranças,
Sei que me guarda num lugar especial.
Das recordações só tenho alegrias
E assumo que tenho medo de você
A qualquer momento pode cair essa mascara
E o que escondo por dentro
Pode ficar escancarado
Pra todo mundo ver,
Mas também percebo a vigilância
Dos teus olhos sobre mim
Por isso que eu não queria escrever pra você
As vezes não é fácil dizer que gosta
Mas nessas linhas estão explicitas
Minhas intenções com você
Agora é só deixar acontecer.

Perto da morte

Letra: SP. 29/02/02



Esses teus lábios libidinosos
Que me convidam num beijo
A um mergulho de cabeça
Até o teu céu quente e molhado.

Esses teus seios perfeitos,
E rígidos de manga rosa
Que me fazem soar a língua
Feito um cão com cede.

Seu ventre feminino
De afrodite
Onde seu umbigo me alerta
Que estou perto da morte.

Sua púbis modelada
Num jeans ou num vestido
Que me atrai a distância
Chego a ver a langiere atravez do vestido.

E essa tua lordose penetrante
Desenhada em contornos magníficos
Lembrando a maçã que sabe que será colhida
E que me fazem derramar fluidos vitais para a vida.

Paixões errantes

Letra: Sp. 09/07/02



Eu cheguei a um ponto
Que era ponto final.
Sem ter reticencias...
Que é para não ter esperanças
Sinto falta das crianças.
Sai de casa, minha família dispersou
A mulher me deixou,
Sinto me tão só, to sem carinho...
Tudo isso porque bohemia...
Eu amo voce.
Ai de mim se não fosse seu calor
Você me acolheu sem pretensões
Não quis nada em troca,
Sem segunda intenção.
Eu dormia e acordava em seu leito
A sombra do seu natural,
Almoçava e jantava
Eu me embreagava para esquecer
Para me consolar...

Sempre te amarei negra da lua
Com você sou rei, eu to na sua
Nunca esquecerei nossas madrugadas
Nosso casamento regrado a cachaça
Véu da noite dona do meu coração.

Mas há coisas na vida
Bem mais importantes
Do que essas paixões errantes,
Voltei pra casa, reuni a família
Revi as crianças que maravilha.
Levei pra jantar a mulher que me ama
Esticamos no motel,
Nos amamos juntinhos
Degustamos um vinho,
Ao som de Ana carolina
Como canta essa menina...
Foi nossa segunda lua de mel
Mas bohemia sigo te amando.

Sempre te amarei negra da lua
Com você sou rei, eu to na sua
Nunca esquecerei nossas madrugadas
Nosso casamento regrado a cachaça
Véu da noite dona do meu coração.

Só Deus é o senhor

Letra: SP. 07/12/01



Sei que choras
Por um alguém
Que te adora
E te quer bem.

Acima do sol
Acima das nuvens
No imenso do céu
Envolto nas luzes.

Não te desespere
Perante a tormenta
Só Deus é o senhor
Ele te sustenta.

Acima do sol
Acima das nuvens
No imenso do céu
Envolto nas luzes.

Mila

Poesia: SP. 10/10/01



Mila invadi o seu mundo
Me embriaguei em seu perfume
Me afoguei no seu olhar
E no peito de vagar
Bateu um sentimento.
Seus cabelos negros ao vento
Enfeitando seu rosto bonito
O seu canto encanta
Até o mais profundo pranto,
Teu andar é um bailado e tanto
Nem atrás do uniforme
O seu brilho some
Essa espera me consome,
E me excita a tentar mais um pouco.
Não tenha medo de dizer
Não tenha medo de mostrar
O que há por dentro,
Sou apenas um garoto
A espera do broto.
Preciso saber
Se os nossos corações andam juntos,
Mas não sou tão garoto
Pode dizer o que sente
Mesmo que não seja
O que tenho em mente
Pra nós dois.
Mas pode ter certeza
Que pela pureza
Desses acontecimentos
Já da pra saber o final
Desse relacionamento.

Vermelho com preto

Letra: SP. 11/07/01



Meu cabelo é de negão
Meu cabelo é de negão
Meu cabelo é de negão
Se liga então.

Não adianta negar
Que sou do quilombo
Os meus ancestrais
Levaram no lombo
Foram açoitados,
Chamados coitados
Mas construíram
Uma nação.

Meu cabelo é de negão
Meu cabelo é de negão
Meu cabelo é de negão
Mas preste atenção.

Eu sou misturado
Vermelho com preto
Mas não é o mengão...
É o índio e o negro
Dentro do meu coração.

Meu cabelo é de negão
Meu cabelo é de negão
Meu cabelo é de negão
Pode crer meu irmão.

O negro é o amor
O índio é paixão
Tem suyng na cor
E marca na palma
Da mão.

Meu cabelo é de negão
Meu cabelo é de negão
Meu cabelo é de negão
E não diga que não.

Desapercebidos

Pensamento:SP.26/07/01



Tem pessoas
Que passam pela vida
Desapercebidos mesmo
Na notoriedade,
E tem gente
Que no obscuro resplandece.

Imóvel

Pensamento: SP. 28/08/00



Pareço imóvel,sem reação
E sem entusiasmo.
Só pareço! meus sentidos
São perfeitos.
Mas prefiro perder os movimentos,
Pois dessa forma terei motivos
Para fraquejar.

Possibilidades

Pensamento: SP. 28/08/00






Se as coisas se mostram insuperáveis
É que de cabeça baixa,
Não se enxerga as possibilidades.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Nobreza do sexo

Pensamento: SP. 10/05/2001




Sexo é o prefixo da perdição
Pode ser no bom sentido,
Pode ser com perdas e danos,
Pode ser um simples momento de prazer
Mas não deixa de ser um simples momento.
Mas quando o sexo vem acompanhado
De respeito amor e carinho
Pode se tornar infinito...
O sexo se comporta da maneira
Que é visto por cada um de nós.
Se usam o sexo para depravar
Ele não se opõe,
Mas se usarem o sexo
Para fazer amor ele se entrega.
Usufrua do sexo com pudor,
Sexo se faz com sentimento,
Se possível após o casamento.
Não seja um animal trepador
Descendo ao nível do chão.
O animal irracional é nobre,
Pois faz sexo por com promisso com a vida.
Já o ser humano,
Faz sexo por um simples orgasmo.
Muito despretensioso com relação ao espírito,
A carne não precisa amar para transar.
O espírito goza num toque, num olhar,
Num gesto de carinho.
Não deixe o sexo te levar
Para o mais profundo abismo,
Mas sim leve o sexo
Para o seu mundo de amor.

Nostaugia

Letra: SP. 04/15/01




Porque não quer saber de mim babe
Ainda sonho com você...
O seu olhar foi o que me encantou
E não me esqueço de lembrar do que rolou.
A minha casa está aberta
Meu coração também tem pressa
Do que vale te amar sem te sentir
Olha eu nem vejo a hora
De mudar toda essa história
Que é pra gente se entender e ser feliz.

O ar que eu respiro
É rico em nostalgia
O teu cheiro gostoso
A tua pele fria...
Volta pra mim...
A mesa de jantar
Perdeu a alegria
A nossa cama quente
Agora anda fria...
Volta pra mim...

Tudo que eu faço
É pensando em você
Tudo que eu olho
Reflete você...
Volta pra mim...
Em tudo que eu toco
Sinto o seu prazer
Ate essa canção
Foi pensando em você...
Volta pra mim...

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Café na cama

Letra: SP. 26/04/01


É disso que eu preciso
Caminhar de mãos dadas
Ler nos olhos as palavras de amor...
No seu colo adormecer
E ne um sonho me perder
Na ganancia de encontrar você...
E quando amanhecer
Antes de abrir os olhos
Sentir o seu calor
Com perfume de orvalho no ar...

Mas se o sol adentrar
O nosso quarto e brindar
Nossa noite de amor
Com um café da manhã na cama...
Então de um beijo
Eu farei esse dia bem mais bonito.

Vivências

Pensamento: SP. 06/04/00


A minha janela é muito temperamental
Não consigo controlar essas vivências.
As visões se alternam entre o que é belo
E o que não.
Me alegro no que pra muitos
Simplesmente não existe;
Pois olham apenas com os olhos da cara.

Se eleve em Jesus

Letra: SP. 18/04/01


Andou na terra
Vive no céu
Ao lado direito de Deus
O seu trono é tão lindo... infinito, nem ouro tem tanto brilho
Ele curou multidões
Maravilhou as nações do mundo
Por sobre as águas
Por sobre os montes
Falou de amor, ensinou o caminho
Para quem escutou
Já não mais temor
O seu julgo é leve
E o seu fardo é suave
Se entregue a Jesus
Se alegre em Jesus.

Ele veio e levou
Todo pranto e dor
Ele nos resgatou
Dando provas de amor
Se isso não te tocou
Abra o seu coração
Se alegre em Jesus
Se eleve em Jesus.

O samba

Letra: SP. 18/04/01


Quem samba enobrece a alma
E cura sua carne
O samba uniu corações
E desatou maldades
O samba exorciza o mal
E eterniza o amor
Quem samba vive mais tempo
E não sente a dor
O samba tocado
Na casa de cada um de nos
É relíquia tesouro do Brasil
Nação varonil

Não existe samba
Alem das fronteiras
Só tem gente bamba
Aqui no quintal
Mas o nosso samba
É multi nacional
Quem nunca cantou
O nosso enredo
Passa mal.

Não existe samba
Alem das fronteiras
Só tem gente bamba
Aqui no quintal
Mas o nosso samba
É multi nacional
Quem nunca
Ouviu falar do nosso
Lindo carnaval.

Um toque

Letra: SP. 27/03/01


Um toque, um toque de carinho
Um toque, um toque de amor
Não vem assim de graça
Tem que pagar o preço
Se quer fazer não faça
Esse é o começo.

Da renovação, da restauração
E da pressão do mal no seu coração
O toque não precisa
Ser tomado pelo pranto
E muito menos pela dor.

Você pode sentir o vento no seu rosto
Você vai entender duvidas do passado
E uma lágrima no rosto
Vai limpando sua alma
Para seguir JESUS.

Rosângela

Poesia: SP. 02/03/01

Rosângela singela
Não é anja mas é bela
O teu sorriso me congela
És uma jóia na janela
Bem mais doce que geléia
Tão natural com a juréia
Sua jangada que vagueia
Junto de mim sereia
Nesse jogo sem vitórias
É tão justa nossa glória
Não é Rosa não é Ângela
Mas sim Rosângela
Na minha janela.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Estou recuperado

Letra: SP. 01/02/01

Um tolo me sinto um palhaço
Você me usou
Já não sei mais o que faço,
Tento fugir desse sentimento
Mas as lembranças eu não aguento.

Vá embora ...
Deixe o meu coração
Você não soube amar
Quem tanto quis
Te dar amor

Vá embora ...
E não me procure mais
Vou buscar um outro amor
Aquele que eu sempre quis.

Estou noutra estou recuperado
A minha vida não foi boa ao teu lado
Encontrei alguém especial
Foi tudo muito lindo
Foi tudo natural

E agora , ...
Posso dizer que sou feliz
Pois encontrei o amor
Aquele que eu sempre quis

E agora, , rá...
Preste muita atenção
Ninguém mais vai te amar
Do jeito que eu me entreguei.


terça-feira, 21 de julho de 2009

Renovação

Pensamento: SP. 16/02/01


A cada dia me renovo numa nova e virgem esperança,
Numa nova tentativa de ignorar falças alegrias, tentativas
que em muitas vezes nula. Por causa do meu fraco caráter de fé.
Mas nada me tira a gana de buscar a DEUS... num todo e completamente.
E e só para isso que respiramos, para que percebamos o amor e pratiquemos.
Não o amor superficial, mas o amor verdadeiro que só JESUS amou.
Estou longe desse amor, muito longe... mas não conformado
com a imperfeição da carne.
E luto a cada dia um batalha humana e espiritual,
No qual tenho vencido algumas e perdido outras;
Só espero que o pai celestial insista comigo,
Pois não tenho dado motivos para merecer atenção.
E continuarei alimentando o propósito de me melhorar...
A cada virgem esperança amanhecida.
E espero que a humanidade esteja tomada por esse sentimento;
Pois já perdemos tudo que poderiamos perder...
Só nos resta salvar a moral, para que possamos reconstruir
O amor pelo próximo e por si mesmo.

domingo, 3 de maio de 2009

Timidez

Nunca imaginei sofrer de amor assim
Nunca ninguém me fez chorar...
Mas subestimei aquele teu sorriso
Que me fez encontrar o paraíso,
Não da mais pra disfarçar...

Está nos meus olhos
Que eu preciso de você
E já deu pra perceber
Que você também gosta de mim
Eu quero arriscar...


Mas a timidez...
E um orgulho sem igual
Que ta me fazendo mal
Eu não consigo me entregar
Me falta tanto amor...

É a timidez...
Que não me deixa prosseguir
Mas dessa vez...
vou ter que insistir
Pois encontrei...

Algo que me fará feliz
Você.




Sonho

Pensamento: SP. 08/01/01


Não busco riquezas
Ou luxo.
Apenas quero viver
Do prazer de fazer
Aquilo que gosto.

quinta-feira, 30 de abril de 2009

Olhe para o lado

Letra: SP. 07/01/01


Ainda me lembro das antigas
Lembro das cantigas
Que encantavam os meus avós
Ainda me lembro das cantigas
Lembro das histórias
Que contavam os meus avós


E hoje vejo 
Que não tenho nada
Eles dizem ai! eu vivia
Hoje somos só poeira vazia
E você diz que já não tem amor
E você diz que lhe falta calor

Então olhe para o lado
Olhe para o lado...
Sempre tem alguém ao lado
A espera de um sorriso seu
A espera de um afago.


Ainda me lembro das antigas
Lembro das cantigas
Que encantavam os meus avós
Ainda me lembro das cantigas
Lembro das histórias
Que contavam os meus avós.

E hoje vejo 
Que não tenho nada
Eles dizem ai! eu vivia
E vejo esse diamante bruto
Escorrendo pelas patas do cão
E vejo essa jóia rara
Escoando pelo chão

E você diz que já não tem amor
E você diz que lhe falta calor.


Então olhe para o lado
Olhe para o lado...
Sempre tem alguém ao lado
A espera de um sorriso seu
A espera de um afago.

Concepções

Letra: SP. 14/12/00


Demorei... mas compreende
Que o amor vem de vagar
Não adianta a flor se amargurar
Se o teu perfume não nos agradou.
Cansei de procurar a perfeição
Eu exige demais dos imperfeitos
Mas devo olhar pra traz
Também sou desse jeito.
Não há mulher no mundo
Sem deslizes, mas já te perdoei
Exigiu meu coração.

Preciso desprezar
Minhas concepções
E me adaptar 
As tuas condições
Quero me retratar
Novamente ser feliz
Fiquei bem maliável
Por nós dois.

Conflitos

Letra: SP. 27/10/00


Ta virando rotina
Esse desatino...
Da nossa alegria
Dar lugar ao conflitos
Nosso amor é de lua...
Ta minguante ta cheia
Vai de acordo com a maré
Do amor.

Quem ta de fora
Pensa que é só love
A toda hora...
Mas aqui de dentro
É um risca faca
É briga de foice
Tem porrada, tem coice

Mas é assim
O nosso geito de amar...


É brigando é batendo
É voltando atraz
É ciume é desejo
Tudo satisfaz.

É brigando é batendo
É sujando os lençóis
É loucura é desejo 
Tudo se refaz.

Lamentação

Letra: SP. 09/10/00

Letra para melodia:" Eduardo Gudin".


Quero seu corpo, seu cheiro
E de um jeito mais lindo
Os carinhos teus.
Quero meu peito em teu seio
De jeito que o feio,

Não perca a razão.
Só o calor de amar
Pode ser mais puro que o luar.
Mas você se foi,
Me abandonou, e aqui estou.



Dó que dó que dá
Do meu coração...
Por ti chorou... mas morreu
De tanta falta de amor.

Declaração

Pensamento: SP. 20/09/00



É tão difícil falar das coisas de nos,
E ao mesmo tempo é tão simples.
As vezes sinto coisas
Que não são da minha vontade.
Só quero que saiba,
Que lhe tenho dentro do peito.
E que se algum dia sentir-se sozinho,
Triste ou desamparado,
Saiba que aqui estou.
Se algo te sufoca o coração,
E te dá vontade de chorar,
Não contenha as lágrimas,
Chore no meu ombro.
Que não só estará desabafando,
Como também estará
Passando a confiança e o carinho
Que preciso para continuar.


Guerreiro

Pensamento: SP. 16/10/00


Oh pai! mesmo após
Ter conhecido o seu amor
Ter por um instante
Conhecido o teu espírito santo
Teimo em continuar
Atuando erroniamente
Mas lhe digo oh pai! te amo
E lutarei por ti
Até o final da minha existência.

Segundo a carne

Pensamento: SP. 10/09/00


Sei que andou em noite escura
Que fraquejou a vida é dura
Que se envolveu em tantas loucuras
Que arranhou a sua imagem
Que caminhou segundo a carne
Mas se queres o antônimo
De tudo isso: busque a DEUS.

É Jesus

Letra: SP. 25/08/00


Meu irmão venha comigo
Que eu lhe mostrarei
Um novo abrigo.
Não está difícil de perceber
A sua aflição, e os teus 
Olhos tão sofridos.
Não sei se a bebida
Que mudou a sua vida,
Não sei que droga foi
Que arruinou a sua lida.
O emprego não tem mais
A dignidade está perdida,
Os seus filhos já não fazem
Questão de suas cáriceas,
E os pais já não conhecem
Os desejos e anceios de um filho,
Que cresceu nos braços teus.
E os casais já não se amam mais
E não se vê ninguém sorrir, porque?
Meu irmão venha comigo
Não sou eu quem te chama.


É Jesus... pregado na cruz
Sangrando da cabeça ao pés
Chorando...
Teu sangue santo pelo chão
Esperando...
Porque você não vem...
É Jesus... pregado na cruz
Sangrando da cabeça ao pés
Esperando...
O dia em que seu filho regressar. 

Putrefação

Pensamento: SP. 15/08/00


Apodrece a alma
Qualquer intenção contrária
A do bem querer.

Irracional

Pensamento: SP. 15/08/00


Um animal
Tem mais dignidade
E senso de fraternidade
Do que certos racionais.

Verdade

Pensamento: SP. 01/06/00



Tem dias em que
Não deveríamos
Ter levantado da cama.
 
E tem noites 
Que deveríamos
Permanecer nela.

Insignificante

Pensamentos: SP


Sou insignificante demais,
Á medida em que reconheço
Que nada conheço.

É nois

Pensamento: SP. 08/04/00


 É  nóis os pobre
Que sustentamos
Os nobres.

Desanimo

Pensamento: SP. 31/05/00


No que dependo
Desanimo,
No que não dependo,
Meu empenho.

Cadê

Poesia: SP. 20/06/00


Cadê... cadê... cadê... cadê
O que me motiva na vida
O que pulsa meu sangue
Quem acelera o meu coração.

Cadê... cadê... cadê... cadê
Cadê a minha virgindade perdida
A minha cara lisa
A responsabilidade adquirida.

Porque o novo sobrepõe-se ao antigo
Se os dois são tão lindos,
E as águas escorridas.

Cadê... cadê... cadê... cadê
Para onde foi!
O jeito puro de passar o tempo,
Ninguém mais sonha
Ninguém mais vive.

Só restou submissão
Cadê... cadê... cadê... cadê.

Não use o nome envão

Letra: SP. 31/08/00



Não... não use o nome em vão
O nome santo em vão... em vão
Em vão... envão
Não... não use o nome em vão
O nome santo em vão... em vão
Em vão... em vão...

Sinta ele quer te resgatar
A tua alma salvar,
Para um antro de luz... 
E a tua vida transformar
Um novo mundo lhe mostrar
para você sentir prazer em viver...
Lindo é lindo o que Deus faz
Quando você se entrega e mais,
Traz algum dos seus irmãos
Pra Jesus. 

Não... não use o nome em vão
O nome santo em vão... em vão
Em vão... em vão
Não... não use o nome em vão
O nome santo em vão... em vão
em vão... em vão.

Hoje você pode se alegrar
Pois ele já te abençoou
Ainda podes respirar...

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Creio em Deus

Letra: SP: 25/07/00

Creio em Deus, Creio em Deus
Ele é glorioso, 
Nunca me deixou na mão.
Creia em Deus, Creia em Deus
Ele é poderoso,
Nunca te deixou sozinho.

São tantos os momentos
Em que nos pegamos 
Tão frágeis, vulneráveis
Caindo nos tropeços
Aceitando os mesmos erros
De ontem.

Mas hoje descobri 
O que me prende a razão
Mesmo por um triz
De não haver mais solução.
É Tanto amor...
Que foge aos olhos dos comuns,
É tanto amor...
Que se estende a outros planos.

E eu senti...
Esse elo de esperança
Que me tocou...
Trazendo a confiança,
Que me sustenta e me acalma
Como numa sinfonia de anjos.

A primeira vista


.
Letra: SP 23/07/00

Sempre fui assim
De levantar suspeitas...
Gosto de deixar algo no ar
Só pra complicar
Nunca me entreguei
A primeira vista...
Para me entender
Tem que penar...
pra me compreender
tem que lutar.

Nunca fui livro aberto
Pra ninguém,
Basta olhar dentro de mim
Que vai tudo bem.
Você me pede uma dica
E eu não deixo pistas
Você quer meu telefone
E eu com evasivas.

Deve ser por isso 
Que eu vivo sozinho...
Tão disolado e sem carinho...


É É É 


Deve ser por isso
Que fiquei sozinho...
Desamparado e sem carinho...

Riqueza

Letra: SP 05/06/00

Me esforço demais, 
mas sou incapaz
De causar orgulho em alguém.
Mas tenho tanto amor,
Dentro do coração,
Para emanar a toda gente.
Mas sou pobre demais,
Tenho tão pouco.

Mas o pouco que tenho     BIS
Me satisfaz.

Vivo plenamente 
Nas minhas condições,
E não me privo 
De nenhuma emoção.
Sou tão feliz...
Ainda mais quando 
Minha mãe me diz.

Filho você é o meu orgulho,
Não tem troféus, não tem diplomas.
Nem herdeiros ou idiomas,
Cresceu na honestidade 
De homem trabalhador,
Com a dignidade de um lutador.



terça-feira, 28 de abril de 2009

Pequenas coisas

Pensamento: SP 12/06/2000


Nem sempre somos capazes de compreender as coisas do universo.
Nesse lugar se demora demais para viver , se vão primaveras,
Verões ,outonos e Invernos. Mas nem amenos degustamos
 as boas safras.
A árvore nua nas folhagens, desfila e exibe sua majestade.
A chuva molha e lava almas, o sol desbrava iluminando os seus.
Os animais fazem por fazer sem saber porque. O vento nos
trás lembranças sem cobranças. E nem assim lemos o olhar
De quem nos lança, desse jeito não se alcança as pequenas
Nobrezas da vida.
Precisamos nos tocar pra ver se temos tato, se ainda sentimos.
Também não precisamos nos martirizar, pois somos normais,
ninguém aqui é uma Cecília Meireles, "para viver cada segundo".
Mas devemos nos alegrar, pois cada um de nós, mais cedo ou
mais tarde perceberá o quanto já perdemos e o quanto temos
a ganhar de presente da vida.

segunda-feira, 2 de março de 2009

Gravidade

Pensamento: sp. 24/02/00

Usufrua e desfrute
De sua total liberdade,
Com responsabilidade
De modo que não perca
Espaço na gravidade.

Impressão

Pensamento: sp. 24/05/00

O orgulho em mim predomina,
As vezes inverte
As minhas intenções,
Causando nos outros
Impressões contrárias
A do meu ser.
Só que há uma energia
Um sentimento tão poderoso,
Que o orgulho se faz pequeno
E insignificante,
Esse sentimento é o amor.

Sono

Pensamento: sp. 23/05/99

O sono do corpo
Não é o mesmo
Que o sono da alma.

Mãe mulher

Letra: sp. 28/06/99

Eu era apenas semente
Em planeta qualquer
Vim parar aqui na terra
Pra te amar mulher
Embalado por teus braços
Regrado pelo teu amor protegido
Do mal qualquer
Hoje árvore que sou é por ti
Ó mãe mulher.

Mulher mãe
Mulher pai
Mãe mulher.

Hoje com meus ramos ao sol
Seguindo o horizonte
Quando um dia não distante
Os meus frutos tiver
São em sua homenagem
São seus netos ó mãe mulher.

Mulher mãe
Mulher pai
Mãe mulher.

Despertar

Pensamento: sp. 09/04/00

Pensamos que a vida é um sonho
Mas quando morremos despertamos...

Lua

Letra: sp. 19/04/00

Só a lua me viu sofrer
Passaran-se as nuvens
Ela ali no lugar
Assim que me sinto.

Se vão paixões ventanias
E eu aqui ainda estou
Olhando a lua...
Que ilumina a escuridão.

Lua...
Que seria de mim
Sem a tua...
Sorrindo pra ti
Minh'alma flutua...
Se fiquei assim
A culpa é sua
Minha lua de verão

Lua...
Que seria de mim
Sem a tua...
Sorrindo pra ti
Minh'alma flutua
A ti admirar
Aqui da rua...
E te contemplar
Toda nua...
Minha lua de paixão.

Descuido

Pensamento: sp. 23/05/00

Falamos do que achamos ser
E esquecemos do que somos.

Eterno Deus

Letra: SP. 10/04/00

Me leve a boca
Me leve ao coração
Me mostre ao mundo
De incompaixão.
Seja pedra forte
Do meu tabuleiro
Cultive a palavra
Pelo mundo inteiro
Faça como a semente
Que o vento leva e traz
Onde quer que caia
Brotará a paz.

Do eterno Deus...
Do eterno Deus...
Meu pai meu rei...
Do eterno Deus...
Do eterno Deus...
Meu pai, meu rei...

Transparência

Pensamento: SP. 10/05/00

De que vale gostar
Se o gosto não é saboroso.
Não adianta fantasiar,
Botar coberturas ou temperos
A essência não muda,
É preciso amar na raiz
Do jeito que for,
Para se desfrutar do amor.

Doce beijo

Letra: SP. 25/10/99

Você que me foge de vagar
Eu olhando entre as galhas vejo lá
E as luzes fazendo seu trajeto lá bem longe
Assim que eu te vejo tão distante nesse céu
É triste se almenos eu pudesse te tocar
Mas só no pensamento que eu consigo te encontrar
De certo a minha vida um novo rumo ia tomar
Quando os meus sonhos num olhar se apagar
E tudo que era sonho realidade transformar.

Então um lindo beijo
Um doce beijo vou lhe dar
Então um lindo beijo
Um doce beijo, que beijinho
Então seus beijos quentes
Vou roubar.

Coitados

Pensamento: SP. 04/07/00

Existem pessoas
Que são tão pobres
Que só possuem
O dinheiro.

Chapei o Coco

Letra: SP. 10/02/00

Já estou cansado, já estou de saco cheio
Puta que mania feia é cuidar da vida alheia
Não posso mais dar um passo no quintal
Já vem um falando mal,
Querendo caçar assunto.

Chapei o coco ninguém tem nada com isso
Paguei com meu dinheiro,meu suor e sacrifício
Enche a lata to entupido até a tampa
Nem um guincho me levanta
Pode impludir esse edifício.

Eu admito, não tenho conta em banco
Não tenho dinheiro não,
Mas conta em buteco
Pode vir que eu sou patrão.
O meu doutor já me falou
Pare com as doses ou seu final
É uma cirrose te chamando pra defunto.

Chapei o coco ninguém tem nada com isso
Paguei com meu dinheiro, meu suor e sacrifício
Enchi a lata to entupido até a tampa
Nem um guincho me levanta
Pode impludir esse edifício.

Passei um tempo sem tomar a cangibrina
Quase morri na ausência, dessa caninha caina.
É por isso que não paro de beber
Vou beber até morrer
E o povo vai tomar o defunto.

Chapei o coco ninguém tem nada com isso
Paguei com meu dinheiro, meu suor e sacrifício
Enchi a lata to entupido até a tampa
Nem um guincho me levanta
Pode impludir esse edifício.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

E eu chorei

Letra: SP. 06/02/00

Essa noite foi tão diferente
Eu peguei no sono bem tranquilamente
E sonhei feito uma criança
Parecia um anjo na bonança
E essa aura que me envolveu
Eu não sei dizer de onde vem
Só sei que foi lindo e foi belo
Bem mais que o infinito.
Mas ao acordar notei que foi um sonho
Delírios, fantasias do meu coração.

E eu chorei... e eu chorei...
E eu chorei, chorei, chorei
Chorei de tristeza.

E foi ai que um milagre aconteceu
Veio até mim a imagem de Deus
Dizendo assim:
- Não chores mais ó filho meu
Te amo mais ate mesmo do que eu
Esse teu pranto só me faz compadecer.
Abra um sorriso que é pra eu também sorrir.
Pois já descobriu que o maior amor do mundo
És o meu.

E eu chorei... e eu chorei...
E eu chorei... chorei... chorei...
Chorei de alegria.

Na falta de amor

Letra: 15/01/00

O meu eu já viveu... Uma infância abundante
Sem ter momentos frustrantes.
Só o amor... só carinho...
Já passei da adolescência,
Foi embora a inocência, com tudo que eu tinha de amor...
Machucando assim meu interior.
Moro na juventude que não me tem valor
Por não ter vivido até hoje
Um grande amor...
Quando a majestosa chegar,
E a sabedoria cansar no meu peito.
Ai já quero poder cantar a felicidade.

Preciso sentir carinho
Preciso encontrar meu ninho
Nos seios de uma índia,
No mundo não há coisa mais linda.

Preciso sentir emoção,
Chorar e sofrer por alguém
Preciso morrer de paixão
E reviver num beijo de alguém

Que me saiba amar como ninguém.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Quebrada

Letra: SP. 04/02/09

"Homenagem aos grupos que fazem um som na quebrada: Talismã, Fidelidade, Só encanto, Sempre amigos, Kiauê, esquema 3, to na boa e delírio.

O samba e o pagode pegam fogo aqui
Encandeia e encandeia,
Em qualquer lugar...
É na zona sul, município do embú
Que rola um pagodão,
Pra descontrariar...
É um kiauê de segunda a segunda... eu vou falar...
No começo da semana é só encanto
Que é pra te alegrar e espantar seu pranto
E na terça feira pode respirar... eu to na boa
Porque na quarta feira o esquema é a trêz
Ninguém fica sozinho,
É todo mundo junto, feito o talismã.
E na quinta feira tem o pit stop
Quase sempre amigos tomando um gole
Pois na sexta feira é só delírio,
Cantando pra você
Livrando do martírio,
Que você tem que carregar.
E no sabadão vamos pra feijoada
Encontrar os amigos e a rapaziada...
É só fidelidade...
Pra quem não colou
Pra quem não chegou...
Ainda tem o domingão.

La no seu pedrinho Todo mundo canta
Todo mundo bebe, Todo mundo dança
Lá é só descontração.

Lá no seu pedrinho Todo mundo canta
Todo mundo bebe ,Todo mundo dança
Vai que hoje é domingão.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Autor

Poesia: SP. 23/11/99

Eu não sou cantor
Mas um dia!
Pretendo ser compositor
Mas para compor,
É preciso ser cantor.
Só que eu sou compositor e cantor
Porque minhas poesias,
São melodias de amor.
E quando toco
O nylon de aço
Do meu violão...
Não consigo ser ator.

Líra canção do milenio " 2000"

Letra: SP. 20/09/99




Eu prefiro a mais profunda agonia
Martírios a dor, depressões e sangrias
Só não aguento o que fazem com pais,
Não aceito é o poeta quem diz.
Cade lira que passou por aqui
Onde estão os teus sentimentos.
Neste lugar não a tremores
Capaz de abalar os nossos amores,
Nesse lugar não a tempestades
Capaz de abalar as nossas amizades,
E nesse lugar não a furacões
Excerto dentro dos nossos corações.

Então vamos cuidar do que é seu
Que é pra melhorar o que é meu
Podemos viver bem melhor
Se não nos deixar-mos a sós
É estender suas mãos
Para ajudar seus irmãos
E não espere favor
Tente fazer por amor.

E então verá a paz
Soprar no seu peito
E sentira ...
Que é bem melhor
Desse jeito.
uuu ... uuu ...
uuu...
uuu ... uuu ...